Resumo do Dia (ou da semana)

Lula, publicidade estatal, fuzis paraguaios, Venezuela, Igreja Universal

Lula liberou geral para os gastos de publicidade. Preparemo-nos para uma enxurrada de propaganda provando que o Brasil está ótimo. As despesas de propaganda costumam servir para mascarar verbas de campanha embutidas nos contratos de publicidade. Sem dúvida, o governo está certo em liberar esta restrição. A boa notícia veio do tráfico, que demonstrou evolução na gestão de seus ativos. O controle de qualidade do armamento do exército dos traficantes recusou fuzis paraguaios. É mole? Como é que os traficantes vão enfrentar a polícia com armas oriundas do Paraguai? Assim não dá. Também ficou claro que a Venezuela está disputando com força o título de pior lugar do mundo para se viver. Pelo menos na América Latina aquilo tá danado de ruim para morar. O país que nada em petróleo vive das bravatas de Chávez e não consegue se desenvolver. As notícias daquelas bandas dão conta de uma cambada de seguidores de Chávez dando porrada em jornalistas ou mexendo em currículos de escolas para ensinar a sabedoria Bolivariana. Dá arrepios. Faz parecer simpático o bigode do Sarney. Por falar em jornalistas, tá bonito o trabalho de O Globo, que num conjunto de matérias aponta o lado negro dos negócios da empresa Igreja Universal. Como essas Igrejas têm interesses na mídia, elas batem de frente com grupos de comunicação como as Organizações Globo. Entretanto é bem-vindo todo esforço para diminuir a influência maléfica das empresas que comercializam religião. Essa semana foram divulgados vários casos de pessoas que entraram na Justiça para reaver o dinheiro que os pastores extorquiam dos fiéis em troca de supostas graças divinas. Vade Retro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.