Under the Dome [Stephen King, 2009]

Under the Dome: A Novel Stephen King lançou este romance de ficção científica em novembro de 2009. É um romance de peso. São 1050 páginas bem medidas. O mestre do terror e ficção científica (e outras categorias) não poupou papel. Uma boa opção é ler o livro no Kindle, que é levinho, o que torna mais confortável a leitura deitado.

A idéia do livro é instigante. O que acontece como uma cidade se um belo dia um campo de força se instala sobre ela isolando-a do resto do mundo? King explora as possibilidades de analisar como os humanos perdem rapidamente o verniz de civilização se são colocados em situações limites. De certa forma, a idéia de Stephen King se assemelha ao Ensaio sobre a Cegueira, de Saramago. Entretanto, a mão de King é mais pesada. Seu público alvo é de largo espectro. Ele se diverte criando situações atraentes para o leitor ir tocando a leitura. A gente fica meio hipnotizado e, assim, ele desenvolve a história sem explicar melhor porque os personagens descambam para a barbárie.

A história nos apresenta um político alucinado, Jim Rennie, que usa Deus em seus discursos enquanto acumula assassinatos no currículo. Já o veterano da guerra no Iraque Dale Barbara é um amor de pessoa que carrega suas culpas e só quer praticar boas ações. Como o livro é grande, tem uma grande coleção de personagens para encher a história. São tantos que o autor faz uma lista inicial relacionando todos eles. O livro é grande para o tamanho da idéia. Stephen King pratica sua competência em mostrar o dia a dia da vida dos habitantes de uma pequena cidade americana, no caso Chester Mill´s, tendo como pano de fundo situação tão extraordinária quanto surgir um domo invisível sobre suas cabeças. Seus comentários são atuais, citando iPads e Facebook. Seu estilo grandioso, com explosões e destruições (objeto de adoração do público americano), é usado com generosidade.

Os críticos gostaram. É curioso como a prosa de King é legível. Ele entrega o que promete. O final surpreende bem para quem leu pouca ficção científica. Não é o meu caso. Se você gosta do estilo Stephen King, tem aí um bom livro. Como diz o autor nos agradecimentos no final do livro, você poderá se divertir tanto enquanto ler, quanto ele se divertiu escrevendo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.