Essas correntes religiosas me adoram…

Recebi outra corrente. Essa traz uma medalha mas não diz que é milagrosa. Agora, é a Corrente de Orações do Sagrado Coração de Jesus! Uau! O material é cheio de fé, orações, preces, missas, devoção e… pedido de contribuições. Não entendo bem do assunto. É um tal de incitar o povo pra rezar uns pelos outros. Se você cumprir alguns rituais dá direito a ter seu nome inscrito eternamente no Coração de Jesus. Você pode também ter missas celebradas em sua intenção, cujas preces serão dirigidas para você. Parece que a ideia é criar uma corrente de orações, as pessoas rezando uma pelas outras. Acho isso pouco produtivo, mas cada um usa seu tempo como quiser e acredita no que bem lhe entender. Mas, então, o cara pede dinheiro. Não gostei da conversa de corrente de orações misturada com pedir dinheiro. Lá pras tantas da conversa, vem o pedido de grana: “Será que posso contar com uma contribuição sua no valor de 20, 30 ou mesmo 50 reais? De antemão eu agradeço a sua doação.” Isso pode movimentar muito dinheiro. Deve ter muita gente que acredita nessas coisas, e pode cair na mala direta que o Padre Souza envia. Bem, não sei se o remetente é padre, ou se chama Souza, sei que recebi apenas a correspondência que qualquer ímpio interessado e captar uns trocados poderia me remeter.

Pronto: e então percebemos que o vil dinheiro entra na jogada. Temos uma corrente que gera renda. Seja o que for que o Padre Souza faz com essa grana, acho que uma corrente oferecendo dádivas maravilhosas deve produzir muito dinheiro para o Padre tocar seus projetos, que eu não conheço, pois a papelada que vem só fala de orar e rezar missas. No final, vem mais um pedido compungido: “Por favor, ajude-me a cobrir as despesas dessa iniciativa. Jesus prometeu que aqueles que auxiliem (?) a propagar essa devoção, terão seus nomes eternamente escritos em Seu Sagrado Coração.” Tenho dúvida se Jesus afirmou isso. Também não sei o valor efetivo de ter o nome inscrito no banco de dados do Sagrado Coração. Fica tudo meio embaralhado: corrente, promessas, rituais e dinheiro circulando. Tô fora.

Um comentário em “Essas correntes religiosas me adoram…”

  1. Realmente as correntes estão inovando. Hoje recebi uma que fala na espirituosidade de um menino russo, que costuma se recolher para pensar os problemas do mundo. O garoto tá com 15 anos. Não sei o que ele faz quando está recolhido mas, quando eu tinha a idade dele e me recolhia no banheiro minha mãe ficava dando porrada na porta. Mas a prova definitiva da genialidade do menino, segundo a mãe, é que, com apenas 15 dias, ele já conseguia sustentar a cabeça. Grande vantagem! O menino é russo! Queria ver se fosse cearense.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.