Títulos do Tesouro Americano e Bens de Giffen

Definição da Wikipedia: “Em economia, um Bem de Giffen é um produto para o qual um aumento do preço faz aumentar a sua demanda. Este comportamento é diferente do da maioria dos produtos, que são mais procurados à medida que seu preço cai.” É um fenômeno peculiar que estudamos na micro-economia e raramente podemos ver acontecer. Acho que aconteceu recentemente. Não foi um caso de elasticidade preço de um produto. Trata-se da “elasticidade risco”! Os EUA têm seus títulos do tesouro com a mais alta cotação nos mercados mundiais. A agência de risco Padrões e Dos Pobres (Standards & Poor´s) aumentou o risco dos títulos americanos. Esta mudança causou apreensão nos mercados mundiais. As empresas (e eventualmente países) retiraram suas aplicações de risco em países em desenvolvimento e foram buscar produtos de baixo risco para colocar seus ativos. E qual o bem que podiam recorrer? Surpresa: Títulos do Tesouro Americano. Assim, o aumento do risco dos títulos dos EUA fez com que, na falta de outro bem com menor risco, que as aplicações nesses títulos aumentassem. Interessante, né? Notem que há outras alternativas conservadoras para busca de segurança, por exemplo, ouro ou a moeda da suíça, mas eles não existem em quantidade suficiente para servirem de âncora para os mercados mundiais. Notem que é o mesmo modelo. Apenas a elasticidade de preço é substituída pela elasticidade risco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.