Cuenca, Espanha

a pequena e bela cidade espanhola sobre o penhasco

chegardormirpassearcomer&beber

Cuenca é uma pequena cidade localizada num penhasco entre dois desfiladeiros escavados pelos rios Júcar e Huécar. O conjunto de casas construídas na beira da encosta íngreme produz efeito peculiar, propício às fotos e ao olhar do turista. A cidade possui um centro cheio das deliciosas ruelas estreitas e sua bela Plaza Mayor, dominada por belíssima igreja gótica. O Museu de Arte Abstrata, instalado nas Casas Suspensas, que se projetam arrojadas na beira do paredão do desfiladeiro, é visita obrigatória.

Para chegar

Chega-se de carro a Cuenca depois de 2 horas de boa estrada vindo de Madri. O potencial turístico da cidade é evidenciado pela grande autovia em construção, que deverá estar pronta no final de 2003.

Estacionar na pequena Cuenca antiga é difícil. O estacionamento oficial fica uns bons 300m da Plaza Mayor. Os lugares que pensamos ser permitidos logo se mostram interditados e protegidos por placas que informam da possibilidade de termos o carro rebocado. Uma dica: a praça em frente às Casas Suspensas é um estacionamento onde se pode deixar o carro, mesmo para o pernoite. Se você estiver num dos bons hotéis do centro antigo, esta é boa opção para guardar o carro.

Pequenos ônibus amarelos ligam a cidade antiga à nova e custam apenas 60 centavos de euro. Um táxi do Centro à Plaza Mayor sai por €5.

Para dormir

Em Cuenca, o melhor é se hospedar na área histórica, em torno da Plaza Mayor. Para aproveitar a paisagem oferecida pela localização da cidade velha, no alto das encostas, recomendo buscar os hotéis com vista para o rio Huécar. Fiquei num deles, a Pousada San José. Um espaçoso quarto, com varandinha para o precipício e boa banheira, valeu o preço: €70. A vista pode ser checada na foto ao lado.

Para passear

O melhor passeio é caminhar pelas ruelas que circundam a Plaza Mayor. Um dia é mais que o suficiente para explorar os recantos da pequena vila. A igreja gótica da praça merece ser apreciada com vagar. A força da tradição religiosa espanhola é percebida nos prédios que abrigam os muitos seminários da cidade antiga.

Sempre há uma exposição no Museu de Arte Abstrata, que fica nas Casas Suspensas (Casas Colgadas). Não é nada de especial, mas a condescendência do turista torna este programa atraente. A partir das Casas, descendo o caminho, é interessante atravessar a ponte de metal sobre o rio Huécar, correndo tranqüilo 100m abaixo. É o melhor lugar para apreciar o paredão de casas construídas sobre o penhasco. Estando de carro, a descida leva à bela estrada que margeia o rio no fundo do vale, para os amantes do jogging, um bom lugar para uma corrida turística.

Para comer&beber

O turismo na Espanha é coisa séria. Numa 2a feira, em que é comum por lá fecharem vários restaurantes, procurei a Casa Marlo (Restaurante Casa Marlo. Colón, 41. tel. 969 21 11 73. pedromarlo@terra.es ), no centro da cidade baixa e bem recomendado nos guias. Quase desistimos pois encontramos o restaurante fechado às 8h da noite. Mas tudo se resolveu. O dono chegou pouco antes das 8:30h, que era o horário de abertura para o jantar. Fomos os primeiros e únicos clientes daquela noite, o que, longe de prejudicar o atendimento, serviu para mostrar o profissionalismo de Marlo e sua equipe. Ele, o maître e um ajudante se revezaram em nos proporcionar uma refeição especial na pequena e acolhedora Cuenca. Um arroz de frutos do mar, feito com o graúdo arroz “bomba” espanhol, e a especialidade da casa, a perdiz recheada com molho adocicado estavam deliciosos. Acompanhava o vinho El Vicinal, da região. Fechamos com postres: um leve creme de amêndoas. Um jantar para ser lembrado.

2 thoughts on “Cuenca, Espanha”

  1. Olá

    Estava pensando em ir para Cuenca no dia 13 de setembro, uma segunda-feira, como é dia do meu aniversário gostaria de saber se os restaurantes e bares estarão abertos??? Como vi teu comentário fiquei preocupada.
    Obrigada
    Karen

    Respondendo: Oi Karen. Fui a Cuenca há muito anos. Talvez as coisas tenham mudado. Em tempo de Internet, um correio para um restaurante da cidade pode esclarecer qual a política de fechamento durante a semana. Boa viagem.

  2. enviados por e-mail:

    01.03.2003

    Estimado Gustavo:
    Soy la propietaria de la Posada de San Jose y amiga de Pedro Marlo quien me ha facilitado su página…..muchas gracias por su fantástica recomendación de Cuenca..las fotos son bellísimas..Cuenca aún es un gran desconocido..se agradece a nuestros visitantes que compartan sus buenas experiencias de esta Ciudad y Provincia.
    Quedo a su entera disposición
    Jennifer Morter
    POSADA DE SAN JOSE
    CUENCA
    info@posadasanjose.com
    http://www.posadasanjose.com

    13.01.2003

    Gustavo,
    Pelas fotos e pelos passeios descritos, Cuenca deve ser um achado…. Como pode ela ser tão pouco conhecida pelos turistas brasileiros??
    O nome Cuenca soa tão exótico, para não dizer cômico. (PS: Em espanhol, Cuenca quer dizer “bacia”, no sentido geográfico.)
    Um abraço,
    Tomás.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.