Cidade Velha, Cabo Verde

A Cidade Velha foi a primeira capital de Cabo Verde. Em verdade, como aponta Sabrina Requedaz em seu livro sobre as ilhas, “Cidade Velha foi nada menos que a primeira vila, da primeira ilha, da primeira colônia portuguesa”. Ela fica a poucos 12 km de Cidade de Praia. Seu lugar privilegiado, no encontro de um cânion com o mar, oferecia condições incomparáveis para o estabelecimento dos primeiros habitantes portugueses. Numa ilha onde a água é escassa, o acesso a fontes de abastecimento foi fator determinante para que a cidade crescesse por ali. O nome original da cidade era Ribeira Grande, referindo-se a grande “ribeira” que atinge o mar naquele ponto da ilha. Só muito mais tarde, em 1652, depois de invasões de corsários ingleses e franceses, o porto mais importante passou a ser o de Cidade de Praia. Os ataques continuaram até que em 1769 o governo foi formalmente transferido para Praia, que dispunha da defesa natural proporcionada pelo platô onde foi construída.

A viagem de carro para Cidade Velha se faz por boa estrada asfaltada no início, passando depois para estrada de pedra de boa qualidade. A paisagem combina a rocha de cor escura, com o verde das árvores e palmeiras, tendo o mar ao fundo.

Cidade Velha

Antes de chegar à cidade, vale visitar o forte São Filipe, no alto da escarpa que domina a embocadura da ribeira. O forte foi construído depois do ataque do pirata inglês Francis Drake à cidade, em 1585.

Cidade Velha

Da beira do forte, tem-se bela vista da ribeira que serpenteia para dentro da ilha. É marcante o contraste entre o seco da encosta e o verde do fundo (chamado Águas Verdes) onde a água aflora abundante e sua captação alimenta a capital, Praia. Na época das chuvas, este cânion fica bem mais verde. Veja foto no site de Marco e Jerusa.

Cidade Velha

Ainda olhando do forte, podemos ver o outro lado do cânion, onde se identifica a cidade de Salineiro, tendo ao fundo o monte de mesmo nome.

Cidade Velha

Lá embaixo, segue o litoral da ilha próximo à cidade. É possível ver casas de pousadas que surgem na região.

Cidade Velha

Na cidade, há para ver as ruínas da Catedral da Sé da Ribeira Grande e o Pelourinho, no centro da pequena praça da cidade, este que é um marco importante para assinalar o grande centro de comércio de escravos que dominava a economia das ilhas.

Mais a frente, seguindo a estrada pelo litoral, surge pequena estrada à direita com a pavimentação de pedra característica, que nos leva a vila de Salineiro. A estrada sobe vertiginosamente e atinge rapidamente o alto do platô. A combinação do plano com as montanhas ao fundo permite-nos boa foto.

Cidade Velha

Chegando a Salineiro, deve-se ir até o final da rua que atravessa a cidade e tomar a direita na direção do cânion. Vale a pena ir até a beira para olhar o fundo do vale tomado de árvores coloridas pela água farta.

Cidade Velha

Seguindo a estrada a partir de Salineiro atravessa-se terreno plano até atingir a serra. Este é o caminho para Rui Vaz, que é comentado em outro artigo de Polemikos.

[Gustavo Gluto]
Copyright © [Polemikos]. Todos os direitos reservados.



9 thoughts on “Cidade Velha, Cabo Verde”

  1. Seria bom que todo o caboverdiano tivesse a oportunidade de pisar pelo menos uma vez, o solo sagrado da Cidade velha. Viajar na nossa história, conhecer o nosso passado, e valorizar a nossa identidade. Parabéns pelo artigo.

  2. cabo verde minha terra minha mae querida estou cheio de soudade cada ves que velo esses fotos lindo maravilhosos cor da nossa tradiçao me deicha com lagrima nos olhos… ainda vou voltar para estes lugar para praticar uma bela aventura…. Um bunito trabalho estes foto…..obrigadooooooo…

  3. Tendo passado há pouco tempo ummês na linda cidade do Mindelo, visitei as ilhas de Santiago, Santo Antão, Fogo e, obviamente a ilha de São Vicente.
    Fui com o propósito de escrever um roteiro de viagem e, ainda agora, navego à procura de “Salpicos Coloridos de Urzela”, o provável título da minha obra escrita.
    Estive na Cidade Velha e, ao ler estas páginas, confirmei o que vi e acrescentei conhecimentos.
    Obrigado a quem e3screveu para que eu possa agora falar de Cabo Verde aqui em Portugal.
    Filipe A. Santos

  4. Eu sou Ivânia natural de cabo verde,nascido e criado na cidade velha,tenho orgulho de ser caboverdiana.
    por isso eu aconselho todas as pessoas a conhecer a minha tera natal, porque ai todo mundo tem a oportunidade de viajar para o passado, poir isso não percam essa oportunidade.

  5. Também peço autorização para colocar trechos do seu artigo e fotografias no meu blog.
    Obrigado

    Respondendo: Obrigado pelo interesse e contato. Pode utilizar as fotos. Por favor, cite a fonte. Deixo o link para seu site (clique aqui). Abraço. Gustavo.

  6. oi eu sou Mónica e puramente caboverdiana, sinceramente não é por ser a minha terra mas, cabo verde é um país de morabeza e de lindas cidades, Deus é caboverdiano, por isso eu tenho muito orgulho em ser cabuverdiana.

  7. Oi Pastor,

    Sou da Venezuela, gostaria conhecer Cabo Verde. mas não sei como sair daqui até as ilhas.? temos a mala sorte de que aqui não se vendem estas belezas turisticas…

  8. Sou brasileiro, casado e tenho tres filhos e uma nora, recentimente estamos residindo na cidade de Praia. Fiquei impressionado com a Antiga cidade bem como a sua linda e emocionante história. É claro foi uma passagem bem rápida, mais pretendo retornar com a familia a fim de conhecer mais sobre a sua história…..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.