Bariloche, Argentina

para informações mais atualizadas acesse diretamente Caderneta De Viagem.

a simpática cidade do sul da Argentina, com suas belezas naturais e a famosa estação de esqui

veja os artigos sobre Bariloche no site Caderneta de Viagem:
geral | o que levar | chegar e sair | dormir | comer | passear | comprar | esquiar | o clima

Artigos relacionados com fazer esqui ou snowboard em Bariloche:
Clima em Bariloche
Viagem: o que levar na mala para esquiar?
a estação de esqui de Cerro Catedral
condições de clima em Cerro Catedral
passeio a San Martin de Los Andes e os Sete Lagos

223 thoughts on “Bariloche, Argentina”

  1. Olá!!!

    Vcs tem ajudado muito no planejamento da nossa viajem, programada para fevereiro!!!
    Obrigada de coração!!!
    Poderiam dar me outras dicas, relacionadas a atividades com crianças pequenas nesse período (2 e 3 anos….)

    Abraços! Saúde e paz a todos!

  2. Olá! estou pensando em passar 1 semana em Bariloche,e gostaria de informações sobre albergues e se em fevereiro tem neve..? Moro em Resende,interior do Rj e nunca fiz uma viajem para fora de meu País. Se puder me passar algumas informações. Desde ja agradeço. Renata

  3. Viajarei para Bari em 08/01/11, vindo de Buenos Aires. Ficarei apenas dois dias. Seria interessante alugar um carro para conhecer alguns pontos turísticos? Ou é mais conveniente pagar pelos pacotes turísticos na cidade?Agradeço as informações. Abraços

    Respondendo: Acho que sim. Ficarás pouco tempo. De carro, dá para passear pelos lagos e ter uma melhor visão das belezas da região.

  4. Gustavo, antes de ir à Bariloche ( 31/jul a 08/ago 2010 ), pesquisei em vários sites de opiniões sobre viagens, mas COM CERTEZA, as melhores dicas e opiniões estão aqui no seu blog. Selecionei e imprimi as dicas que estavam mais de acordo com o que pretendíamos fazer em Bariloche e dia-a-dia, escolhíamos um passeio, uma loja de chocolate, um restaurante, considerando as opiniões postadas aqui. Parabéns ! Seguem alguns comentários que podem ser úteis:
    COMPRAS
    Bariloche é realmente ou lugar para comprar roupas e acessórios de frio. Ficamos na rua principal de Bariloche – MITRE – onde por cerca de 7 quarteirões encontramos as melhores lojas. Ficamons no Hotel Apartur e fomos informados sobre outra rua – C. ONELLI, onde fica o Shopping Patagonia, mas preferimos a rua principal para compras, pela qualidade e comodidade. O mais importante é que na maioria das lojas, o nosso $$ real é aceito. O brasileiro é geralmente bem atendido em Bariloche, só não gostamos do atendimento da loja SCANDINAVIAN ( Mitre 219 ), onde vendem roupas de ski e esportes de boa qualidade ( COLUMBIAN por exemplo ), não aceitam reais, mas aceitam cartão de crédito. Há também as lojas da PUMA, ADIDAS, NIKE.

    CÂMBIO
    O câmbio para troca nas próprias lojas de Bariloche é bem favorável = 1 real = 0,50 pesos. Outra boa opção de câmbio é usar os caixas automáticos, 1 real = R$ 0,48 + pequena taxa. Há um caixa automático do lado oposto do hotel Apartur, a cerca de 50 metros ( Banco Credicoop CL RED CABAL ). Na casa de câmbio aqui no Brasil, paguei 1 real = 0,59 pesos + 0,38% de IOF.

    PASSEIOS
    Como o nosso interesse era esquiar, fomos a lugares prórios para este esporte: Cerro Catedral. Adorei fazer esquibunda em Piedras Blancas, que fica no mesmo caminho para Cerro Otto. Cerro Otto é um lugar com mirante com vista panorâmica, assim como Cerro Campanário. Tivemos sorte porque nos dias que optamos por passeios de esqui…. nevou… e nos dias que escolhemos descansar e aproveitar a vista panorâmica, o dia estava ensolarado. Há outros passeios que podem ser feitos por ilhas e outros com paisagens deslumbrantes, mas o nosso foco nesta 1ª visita à Bariloche era mesmo fica em contato com a neve.

    Valores dos passeios na 1ª semana de agosto/2010

    PIEDRAS BLANCAS = 150 pesos/pessoa com direito a 6 subidas de teleférico e 6 descidas de esquibunda. Um indispensável “chocolate caliente” custa 12 pesos e um almoço para 3 pessoas = cerca de 100 pesos.

    CERRO CATEDRAL = 185 pesos/pessoa para aproveitar todas as pistas de esqui durante o dia inteiro ( das 9h às 17h ). Há também a opção de pagar mais barato e usar os teleféricos e pistas após às 13h, mas já que o aluguel de equipamentos é diário, vale a pena chegar cedo ( as lojas abrem às 9h ) e aproveitar o dia. Um lugar com bom atendimento e bons preços para aluguel de equipamentos é SKI TOTAL : botas, esqui = 59 pesos por pessoa + 20 pesos para alugar um armário par deixar as coisas pessoais. ( Se fechar um pacote com mais dias, o valor diminui um pouco ). Sobre a roupa para esquiar, nós já temos as nossas roupas, se for com a CVC, “roupa astronáutica e botas horríveis” já fazen parte do “pacote”. Pode-se alugar as roupas em Cerro Catedral ou em Bariloche. Se a pessoa tem intenção de comprar as roupas de esquiar, em Bariloche, há boas oções de lojas, mas é preciso conhecer o tipo de roupa para não passar frio e ficar molhado quando estiver esquiando. Para quem precisa de aulas, o valor é salgado. Um aula de 2h individual custa 450 pesos. Tive aulas individuais com a Manuela na SKI TOTAL – Escuela Extreme. A empresa TURISUR oferece pacotes “Todo Incluido” ( = pase + clase colectiva + equipo) com valores a partir de 190 pesos ( baixa/média temporada ) a 240 pesos ( alta temporada ) para meio dia e 290 pesos a 340 pesos pra o dia inteiro. Para quem não gosta de esquiar mas gosta de uma vista deslumbrante, vale a pena pegar o bondinho e ir até o topo da montanha, se o tempo estiver ensolarado.

    Como queríamos aproveitar o dia, comemos um lanche ( tostado = misto quente enorme com fritas + bebidas ) Cerca de 30 pesos por pessoa. Chocolate caliente = 12 pesos na Goya. Há também a possibilidade de dirigir um quadriciclo na neve ou nas trilhas. Alugamos quadriciclos da HONDA ( novinhos ) e com bom atendimento de um senhor e seus 2 filhos.

    CERRO CAMPANÁRIO = 30 pesos/pessoa, com direito a teleférico até uma vista fantástica. Vale a pena se o dia não estiver fechado. Há uma “Confiteria” panorâmica, com lanches e tortas suculentas, um “chocognac” por 17 pesos. As fotos de paisagens mais bonitas foram tiradas em Cerro Campanário. Lagos, montanhas com neve, Cordilheira doa Andes com neve, divisa com Argentina…

    Para chegar a este lugares, pode-se pegar um ônibus “urbano” ( nos hotéis eles informam o horário e local de onde saem os ônibus ). Valor : 6 pesos/pessoa. Mas se preferir, pode-se contrarar um “remisse” ( táxi contratado ) ou o próprio táxi, importante é combinar o valor ANTES, pagamos cerca de 65 a 70 pesos por ida + mesmo valor para volta. Remisse ou táxi aceita até 4 pessoas.

    Outros passeios sugeridos pelas agências de viagens: Parque Nacional Nahuel Huapi para conhecer alguns lagos; Circuito Chico margeando o Lago Nahuel Huapi e conhecendo outros lagos.

    CERRO OTTO = mirante e ski nórdico. Outros : ISLA VICTORIA & BOSQUEDE ARRAYAMES; REFUGIO NEUMEYER, CERRO TRONADOR, CERRO BAYO.

    JANTAR

    Seguimos os orientações deste blog e fomos jantar no “El Boliche de Alberto”Parrilla, “chorizo” ( parecido com nosso contra-filé, só que mais macio e saboroso ). O restaurante faz tanto sucesso que o dono já abriu um outro restaurante, no mesmo quarteirão, no mesmo estilo e também abriu do outro lado da rua, numa esquina, um restaurante de massas. Endereços: Villegas 347, Elflein 158 para “parrilla” e para “pastas” = Villegas esquina com Elflein.

    Também recomendamos o restaurante e pizzaria “El Mondo”( Mitre 759). No 1º, gastamos entre 160 a 200/pesos para 3 pessoas com carnes, arroz, bebidas e um prato enorme e delicioso de batatas fritas cortadas em tirinhas bem fininhas e fresquinhas. No 2º cerca de 150 pesos com massas e bebidas. Para sobremesa, o nosso caminho era comprar uma “sacolita” com os mais variados tipos de chocolate. Cada noite comprávamos em, pelo menos, 2 lojas de chocolates diferentes para poderemos selecionar os melhores chocolates para encher as malas e trazer ao Brasil. Todas as lojas de chocolate são LINDAS, detalhadamente enfeitadas para atrair nossa atenção e despertar nossa vontade de comer chocolate. Os chocolates custam cerca de 130 pesos o kilo.

    O nosos favoritos são: 1º RAPA NUI (Mitre 202), 2º DE LA ABUELA GOYE ( Mitre 258 ), 3ºMAMUSCHKA( Mitre 298) e uma loja que fica quase em frente ao Hotel Apartur e que deixamos para comprar no último dia com aqueles “pesos” que não queriam voltar ao Brasil, … surpresa…a loja de chocolates 4ºTANTE FRIDA (Mitre 660 ) tem chocolates deliciosos . Além dessas, há também as lojas Del Turista, Bonifacio, Frantom…

    Há uma rede de lojas que ficam abertas até mais tarde e onde se encontra de tudo: ROSKO.

    HOTEL APARTUR – MITRE 685.
    Localizado na rua principal de Bariloche. Muito bem localizado porque não fica no meio de toda extensão da rua, onde há barulho, pode-se ir ao Lago e à Catedral e até o Centro Cívico a pé.
    Atendimento ótimo. Localização ótima: perto das lojas, dos restaurantes, da loja de “remisses” ( Mitre Remisses = Frey esquina com Mitre ), das lojas de chocolates, dos pontos de ônibus, do Lago, da Catedral .Apartamentos com mobília bem simples, mas tudo bem limpo, quentinho, do chão às toalhas de banho. Uma delícia chegar dos passeios, tirar as roupas e sapatos, pisar num carpete quentinho, tomar um banho, sem passar frio e se enxugar em uma toalha que parece “aquecida”. Café-da-manhã gostoso, com pães, frios, frutas, sucos, como de um hotel 3 estrelas no Brasil. Não há secador de cabelos no apartamento, mas é só ligar para a recepção que eles levam o secador em 3 min.

    Os ônibus para Cerro Catedral e Cerro Campanário saem da Rua Moreno, 1 rua acima paralela à Mitre. O ônibus para Cerro Otto sai da Mitre mesmo, perto da loja de chocolates RAPANUI.

    REspondendo: OBrigado Márcia. Vamos colocar algumas de suas dicas dentro dos textos do site. Um grande abraço. Obrigado. Gustavo.

  5. ola,
    minha pergunta eh, vou a bari dia 20 de novembro, como eh o clima nesta época ?? se não der para esquiar, quais são os atrtivos ????
    obrigada

  6. Bem pessoal, conforme prometido vou deixar algumas dicas sobre Bariloche aqui e no link de Buenos Aires, pois voltei dia 16 de agosto com meus pais e o pessoal deste site (especialmente a Paula e o Fernando Milanez) foram dez!
    Fui pela Urbi et Orbi sem qualquer problemas.

    Logo que chegamos (a noite) fomos a uma loja para alugar as roupas (1º dia grátis). A loja foi a Mandala (barata 40 pesos por dia) com aluguel de botas, calça e casacos bem conservados. As luvas de esqui vc tem que comprar (50 pesos na media lá na loja mesmo).

    Eu iria ficar no Apartur, mas fui parar no concorde, bem no centro cívico, o que para os meus pais foi bom, pois o Apartur fica a uns 8 quarteirões do centro civico.

    O city tour incluído é no dia seguinte a chegada, te leva a Cerro Campanário (não há neve, somente vista) onde sobe em cadeirinhas para fotos da vista, a uma Fabrica da Rosa Mosqueta (desnecessário), ao Hotel Lao Lao (só por fora, tb desnecessário), e finalmente a Cerro Catedral – a estação de ski.

    Cerro Catedral é o 1º contato com a neve. É um lugar enorme, com estacionamentos, bares, lojas, vários telefericos para a subida (cadeiras, cabines de 4 e bondinho para muitas pessoas). Particularmente, achei muita gente, mjuito cheio, parecia um show de rock ! gente para tudo que é lado. A subida é paga a parte. Recomendo a subida na cabine e de lá (tem uma parada num restaurante onde os esquiadores se concentram, comem…) há cadeirinhas até o fim.
    Lá há aulas de Ski, motos…Não fiz aulas lá, pois era muita muvuca.

    O úncio passeio que fiz com a guia foi o de Isla Victoria no catamarã Cau Cau, de meio dia. É uma passeio tranquilo, as paisagens para nos brasileiros são bem diferentes, há o lance das gaivotas que pegam o biscoito da sua mão. Há duas paradas em ilhas com bosques, mas é um passeio bem tranquilo. Se vc quer ver neve, prefira ir para os cerros. Mas se vc quiser descansar um dia, faça esse passeio. A comida e cerveja no barco são caríssimas. Passe no mercado (tem um na Mitre escondido, mas é só perguntar) se abasteça, pois pode levar comida.

    Os outros passeios, como me aconselharam, fiz por conta, afinal meus pais foram apenas me ver e como tem mais de 70 muitos lugares eles não pagam ou pagam menos. Assim contratei um remises ( o Elvis, muito bacana) que me levou para Cerro Otto e para Piedras Blancas.

    Cerro Otto foi o máximo ! Pois como fomos bem cedo (se vc for por conta própria esta é a maior vantagem sair cedo !) pegamos duas paisagens bem diferentes: neblina e sol, além de lugar na janela na confeitaria (não deixe de ir). Lá embaixo vc não dá nada pelo lugar, pois não há neve. Vc pega uma cabine fechada para subir (muito) e aí sim a neve começa a aparacer. Foi lá que me acabei no Skibunda, é ninguem me avisou, mas lá tem. A pista é simples, mas é muito barato ! Não há problema de derreter (como em Piedras Blancas) e EU gostei mais pois é possível controlar e até descer sozinha (diferente de Piedras Blancas que é muito cheio e as pistas são tão rápidas que não há como vc não capotar). Há um furnicular para te trazer para cima de novo (melhor do que cadeirinhas).

    E finalmente em Piedras Blancas me acabei no Ski, pois é, descobri que lá é o mehor lugar para esquiar, principalmente para principiantes como eu. É que á esquerda depois da entrada há o Inter Park, uma escola de Ski. Vc aluga o material (fica o tempo que quiser depois da aula) faz uma ou duas horas de aula, em grupo ou individual, dupla, trio…Converse que vc se entende. Fiz aula em dupla com uma brasileira que chegou lá. (210 pesos) A minha instrutora foi maravilhosa, competente e linda ! Me ensinou tudo e graças a mamãe e papai pelo DNA, em meia hora eu já estava na pista 2 de descida em velocidade (ninguem acredita pois eu nunca esquiei na vida! mas tenho provas). Há 3 pistas e detalhe: vazias, tranquilas, sem muvuca, e com neve sem derreter.
    Daí que me acabei no ski e quando fui ver já havia derretido muita neve nas pistas de Skibunda, mas como eu já havia comprado o ticket, subi na cadeirinha e fui lá para ver qual era a do esquibunda. As pistas são grandes, radicais, vc não consegue controlar o tempo todo, e muita gente (atropelamento na certa).
    Só fiz uma descida, pois estava atolando muito.
    Logo se vc quer descer as 5 vezes chegue cedo !

    Quanto aos restaurantes amei o Boliche do Alberto, odiei o Alpina e o La Marmitte (pouca comida!).

    Dinheiro : estavam pagando mais em Bariloche do que em Buenos Aires pelo real, mas com real e dolar vc vive. O troco é em pesos mas é bom para o taxi e o mercado.

    Compras: chocolate (Del Turista mais barato). Não há muito o que comprar em Bariloche, que vc vá usar no Brasil.

    No mais, foi maravilhoso ver neve (não vi cair, fica para a próxima).
    Espero ter ajudado. Posso responder as perguntas, so que vou para São Paulo e só volto dia 28/08.
    Obrigado e espero ter contribuido. Divirtam-se.

  7. E aí pessoal, tudo bem? Gostaria de agradecer a todos pelas excelentes dicas pois desde o dia que agendei a viagem para Bariloche estou acompanhando vocês. Voltei dia 15/08 de lá e simplesmente adorei o passeio. A cidade é linda, o povo muito hospitaleiro, os guias da CVC estavam sempre disponíveis para nos ajudar. Sempre tive dúvidas em quanto poderia gastar, que moeda seria melhor levar, mas, na verdade, o dólar é aceito em todos os estabelecimentos e o troco eles dão em pesos, o que ajuda a pagar o táxi (a maioria só aceita peso). Aliás, táxi é de graça. Do hotel onde estávamos até o centro ficava de 5 a 6 reais. Em média, cada refeição (2 adultos e 1 criança de 5 anos) ficava de 70 a 80 reais, isso porque cerveja, água, suco e refrigerante, comparando com o Brasil, é caro.
    Um lugar imperdível para almoçar ou jantar é a Família Weiss, muito lindo e não é caro. O boliche do Alberto também é bom, mas sempre peguei fila. Na Mitre tem o La Marmita, bastante aconchegante para se tomar um vinho. Vale a pena entrar também no cassino, ao menos para conhecê-lo. No restaurante deles todas as noites de agosto tem show ao vivo. Entre os passeios, conhecer toda a exuberância do Cerro Catedral vale a pena. Piedras Blancas e as pistas de Skibunda também são imperdíveis. Quando for fazer o passeio de catamarã para Isla Victoria, prefira o passeio de somente meio dia, porque vale a pena conhecer, mas não tem muito o que fazer o dia todo. Uma dica importante: todos os ambientes fechados são aquecidos, então sempre coloque baby look ou camiseta por baixo das roupas de frio porque nos primeiros dias eu passei muito calor nos restaurantes e lojas. Resumindo, não tem como não se apaixonar pelo lugar e vir embora com o gostinho de quero mais…

  8. Oi Galera… Estou pensando em ir para bariloche em outubro, na semana do feriado, irei passar 5 noites la, e mais 4 em Buenos Aires. Gostaria de saber de vcs quais seriam as atrações para eu conhecer la nessa epoca, ja que neve nao vou encontrar! Se vale a pena eu ir la nessa epoca? Se existem pistas de ski mesmo que artificiais? E se algum de vcs tem informações sobre o Hotel Premier BAriloche?
    Desde ja agradeço…

  9. marinho e leandro,
    se não nevar forte, acredito que irão ver neve sim nos topos dos cerros, tinha bastante, não percam as esperanças,rsrs.
    mais na base acredito que não terá mais, a não ser que neve forte.

  10. Também estarei lá nessa época 8/9 a 15/9 acompanhando a previsão todo dia… mas do que a daqui do Brasil…hahahah

  11. Fernando muito obrigado pela atenção porém os milanezes que conheço são do interiro de São Paulo!
    Você tem referencias sobre o hotel Villa Huinid (pois ficaremos lah ) e se em semtembro (de 08/09 a 14/09) teremos contato com a neve ?
    Desde já agradeço e deixo aqui meus protestos de mais alta estima e consideração.

  12. Gostaria de saber com esta o tempo em Barazategui, se esta nevando e se tem previsão de melhoria,pois sou de Maceió-Brasil e estamos acostumado com clima quente. Iremos no dia 1º para Barazategui

    Respondendo: Da Wikipedia: “Berazategui é uma cidade da Argentina, na província de Buenos Aires, localizada na área metropolitana da Grande Buenos Aires. A cidade, sede da Prefeitura de Berazategui (partido), fica a 26 quilômetros ao sudeste de Buenos Aires, capital da Argentina e a 31 quilômetros ao noroeste de La Plata, capital da província.” Acho que é muito raro nevar na área metropolitana da Grande Buenos Aires.

  13. A quem interessar, fui com meu marido e meu filho de 10 anos a Bariloche….e fiquei num hotel maravilhoso…..Cacique Inacayal….fica perto do centro, onde ia caminhando ate a cidade em 10 minutos…Maravilhoso, pequeno, charmoso, com uma comida explendida, piscina, e o mais gostoso as margens do lago Nahuel…LINNNNNDO

  14. Galera, acabei de chegar de bariloche.
    fiquei 1 semana com a minha esposas e fui pela CVC, vou colocar abaixo minhas opiniões que podem ajudar.

    Foi minha primeira viagem internacional e indo pela CVC para bariloche ajudou muito pois eles tem um suporte muito bom lá, não tenho nenhuma reclamação, tudo trancorreu perfeitamente.

    HOSPEDAGEM
    fiquei no hotel TORRESOL, simples, mais dá pra ficar 1 semana, o chuveiro é bem apertado para tomar banho e o jantar(no pacote estava incluso) normalmente a comida ficava fria rápida.De problemas do hotel mais significativos seriam esses, mais é um hotel razoavel que dá para se hospedar.

    PASSEIOS:
    1-recomendo o cerro otto e fazer o esqui bunda.
    2-cerro catedral, não deixem de pegar o bondinho fechado e subir o teleférico depois, a paisagem lá de cima é muito linda.
    3-ainda no cerro catedral, procure LACUEVA e faça um passeio de dia de quadricíqulo e moto de neve, os dois juntos, sai a 145 dollares o casal, é muito legal.
    4-o PIEDRAS BLANCAS, já não está com tanta neve, mais tinha 2 pistas abertas, vale a pena ir, mais não está show de neve, em muitos lugares a neve já acabou e só subindo que se tem um contato legal com a neve.
    quem ainda esta indo, não desanime, pode never por esses dias e mesmo que não neve, ainda vai ver muita neve e frio, pode não ser o que imaginaram(comigo não foi), mais mata a vontade de conhecer a neve.
    5- cerro campanário é legal pra tirar fotos e subir no teleférico, vale a pena ir pra conhecer mesmo.

    COMIDA:
    Não achei a comida lá tão barata como falam, mais não é cara.
    lugares que comi e recomendo.
    1-boliche do alberto, tanto o de carne quanto o de massa.
    2-luguini, na rua mitre, de massa, um pouco cara, mais gostoso tb.
    3-família bianguihi, muito bom mesmo, de massa tb
    4-hamburguer tem o LA MAMADEIRA, é bonzinho.

    Outros detalhes,
    atualmente, não acho que esteja valendo comprar casaco de couro lá, está caro.
    casaco normal sim, tem muita variedade e se pesquisar legal acha coisa barata.

    bariloche é muito tranquilo, não se pode dar mole nunca, mais em nenhum momento me senti inseguro ou preocupado, a cidade parace ser bem tranquila e organizada.

    o povo de lá foi muito legal e simpático, fui sempre bem atendido e vc consegue se comunicar em portugues mesmo, se não sabe falar espanhol, não invente, fale em portugues mesmo que eles entendem melhor.

    o dinheiro lá é muito aceito, incrível, aceitam tudo, dolar, real e até euro as vezes(além dos pesos argentinos né).
    os cartões de crédito tb, não tive nenhum problema, aceitaram em todos os lugares que quis.
    hoje estão pagando em torno de 3,90 a 4,00 pesos por dolar e 2,00 por real.

    galera, espero ajudar e digo que quero voltar ano que vem pra ver mais coisas, gostei muito de lá.
    muito bonito.
    se eu lembrar de mais coisa vou colocando aqui.
    abraço a todos.

    Respondendo: Valeu Thiago! Boas dicas. Copiamos algumas para artigos do site cadernetadeviagem.com. Um grande abraço. Gustavo.

  15. Oi Gustavo, primeiramente, parabéns pelo serviço prestado a todos nós. Imagino que saiba o tamanho de seu ato.
    Estou indo dia 25 de Dezembro com minha turma da Faculdade, saindo de belém de ônibus fazer um tour por várias empresas aqui no Brasil, Argentina e Chile. Em nosso cronograma estaremos dia 31, não sei a hora ainda, em Bariloche. Comemoraremos a virada de ano lá, e justamente aí, surge meu “probleminha”. Caso algum membro queira alguém especial junto na comemoração pode ir separadamente e ficar os dias 31, 01 e 02 com a gente que é quando partiremos para Santiago. Como nesse período é de festas, temos até hj apenas uma palestra com Ministro do Turismo acredito agendado,o demais tempo será para turismo.O que quero saber, como faço para meu companheiro estar comigo?Gostaria de comemorar a virada de ano juntos,e curtir as belezas da natureza,infelizmente,pelo que já li, Neve,acho que só pelas fotos mesmo,enfim…Eu tinha me programado comprar roupa de frio em outubro em SP,mas não sei se vou ainda ou devo ir,pois estou indo pro Chile e lá deve ser mais frio.Como faço com que ele chegue em Bariloche?Tem vôo da GOl, TAM?Sei que a GOl leva até Buenos Aires, e depois?Tenho milhas nas 2 companhias?De BA para Bari,tem outras transportes?Quanto custa?Quanto a hospedagem,ele ficara comigo,não sei o nome,mas já nos foi agendado uma pousada acredito.

    Agradeço desde já a atenção e que Deus lhe retribua em dobro suas boas ações.

    Respondendo: Bem, Marcos, quanto à roupa, a temperatura no Verão de Bariloche é amena, você não precisará de casacos de neve. Pra chegar em Bari não há dificuldade. Veja com as companhias brasileiras na Internet. Você pode também usar as milhas para chegar em Buenos Aires por Gol ou TAM e pegar um vôo da Aerolíneas Argentinas para Bariloche. Sucesso em sua jornada de Belém ao sul da América.

  16. Prezado Marinho,

    Moro no Rio de Janeiro. Parte da família mora na Paraíba, parte no Rio e outra no Sul.

    Quanto levar de dinheiro, depende de muitos fatores: de onde você vai ficar e o que pretende fazer, para calcular o gasto em transporte. O que pretende comer, em termos de quantidade e qualidade, se com vinho, sem sobremesa. O que pretende fazer, se vai esquiar, enfim, veja outras dicas mais atualizadas em:
    http://www.cadernetadeviagem.com/?p=144
    http://www.cadernetadeviagem.com/?p=227

  17. Oi pessoal td bom ? Eu e minha noiva estamos indo para Bari em setembro e gostaria de saber quanto levamos para passar 6 dias lah e se o real esta bem aceito !
    Ps: Fernando Milanez que cidade vc mora ? pq eu conheço alguns milanezes!
    Abraço a todos

  18. Oi Gustavo, muito obrigada pela resposta rápida!

    Ótimo as estações de esqui funcionarem aos domingos. Você sabe se as lojas que alugam as roupas também abrem nos finais de semana? Vou sair de Bariloche no domingo à noite e gostaria de esquiar no sábado e domingo. Se as lojas não abrirem, vou estar ‘encrencada’! Como vou devolver as roupas? Hehehe

    Abraços

    Respondendo: Em princípio, as lojas abrem todos os dias. Talvez haja alguma variação de hora para fechar, mas o movimento em torno do esqui precisa acontecer normalmente no fim de semana, até porque os turistas estão saindo e chegando nestes dias e precisam alugar ou devolver roupas. Boa viagem.

  19. Olá pessoal! Estou indo para Bariloche dia 23 de agosto e gostaria de tirar 2 dúvidas:

    1) as estações de esqui abrem aos domingos?
    2) ainda existe o Refúgio Arelauquen?

    Abraços a todos

    Respondendo: As estações abrem! Não conheço o refúgio Arelauquen. Deixo para os visitantes do site ajudarem. Boa viagem.

  20. Olá a todos!
    Estive em Bariloche com meu marido e meus dois filhos (de 7 anos e de 13 anos) de 25 a 31/7. Foi maravilhoso!Pegamos MUITA neve. Fui pela CVC, em um vôo direto da TAM Brasília-Bariloche, e não tive nenhum problema. Muito pelo contrário, só tenho a elogiar o receptivo da CVC em Bariloche. Nossos guias (Fernando e Maurício) ficaram hospedados no mesmo hotel em que estávamos e sempre foram pontuais e extremamente atenciosos e preocupados em nos agradar. Fiquei no Hotel Tunquelén (na Bustillo) e não me arrependi. O Hotel, apesar de distante da cidade, possuía quartos confortáveis, piscina aquecida, internet grátis e um bom restaurante. Além disso, fica em um bosque às margens do lago Nahuel Huapi, com uma vista esplêndida! Foram dias perfeitos! Para quem está indo com crianças, não deixem de ir a Piedras Blancas fazer skibunda, diversão garantida para toda a família. Abraços e boa viagem.

    Respondendo: Obrigado, Márcia, pelo feedback.

  21. Será que alguém poderia me dizer se as estações de esqui de Bariloche abrem aos sábados e dos domingos?

    Obrigado!

    Respondendo: Abrem! Boa viagem.

  22. Olá pessoal! Vou para Baroliche na semana que vem e estou com uma pequena dúvida: para poder esquiar, a gente tem que pagar o aluguel da roupa, as taxas referentes aos meios de elevação, além das aulas de ski? Mais alguma coisa?

    E alguém foi ao Refúgio Arelauquen? Vale a pena?

    Obrigada e abraços a todos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.