Paineiras: programa obviamente maravilhoso no Rio

paineiras

Levar amigo que chega do exterior para conhecer as Paineiras é programa para chocar o visitante. Depois de uma praia escaldante (estamos vivendo dias de 40º), uma rápida travessia do túnel Rebouças, seguida de subida de paralelepípedo em direção ao Cristo Redentor e chegamos ao santuário de floresta que temos dentro de nossa cidade. Continue lendo “Paineiras: programa obviamente maravilhoso no Rio”

Rio de Janeiro e Violência

Frase de artigo do jornalista americano Jon Lee Anderson, no caderno Prosa e Verso de O Globo, 10.10.09: “Se a beleza do Rio é de tirar o fôlego, o mesmo pode ser dito de sua pobreza, sua miséria, seu crime e sua violência. O Rio não esconde sua injustiça social, ostenta-a.”

É pura e bem resumida verdade! E convivemos com esta situação virando o rosto pro lado.

Jardim Botânico

O parque ficou um brinco depois que empresas o adotaram. Nem parece Brasil. É um desfile de árvores belíssimas. A flora brasileira aparece magnífica em toda sua variedade.

jardim botânico

É lugar para fazer fotos. Voltarei, tentarei algumas para preencher este artigo.

Parque Lage

Tradicional parque do Rio. Clique aqui para ver o mapa. A casa que domina o parque abriga a Escola de Artes Visuais do Parque Lage e, para atividades mais mundanas, há o Café du Lage, com mesas distribuidas entre as colunas que cercam a piscina. O prédio é muito bonito. Ali foi filmada a famosa cena da feijoada do filme Macunaíma, clássico do cinema nacional.

parque lage

Continue lendo “Parque Lage”