Arquivo da tag: religião

Criacionismo x Evolucionismo

Esta questão de acreditar ou não em Deus apresenta bons exercícios de argumentação. O artigo do site Opposing Views traz o papo de Ken Ham, fundador do Museu da Criação, em Kentucky, USA. Ele diz que a lógica não é o caminho para derrubar o conceito da evolução porque não há evidências cientificas que provem que a evolução é uma mentira. Entendi. Se a lógica não leva para o que ele acredita, não serve como instrumento de raciocínio. Ele recomenda usar uma prova sólida de que a evolução é mentira: a Bíblia! Ham diz mais ou menos: “Veja bem, nós não podemos depender apenas de nossa habilidade de raciocinar para convencer os céticos. Nós apresentamos a evidência e fazemos o melhor que podemos para convencer as pessoas da verdade de Deus através do direcionamento deles para a Bíblia.”

Ham disse que como Deus se revelou “através da natureza” não há necessidade de evidência científica de que a Criação é real.

Acho que esta argumentação resolve todas as dúvidas sobre o assunto. E mais, Ham acredita que os dinossauros existiram e conviveram com os outros animais na Arca de Noé. Esse cara é bom!

Vão em paz.

(de artigo de www.opposingviews.com, cavado em Digg.com)

da série “estou ficando com medo”: agora querem que acreditemos em papai do céu

Ai, meu deus. Tá ficando um inferno. O presidente da Comissão dos Direitos Humanos, o pedidor de senha de cartão de crédito, Marco Feliciano, quer, segundo notícia de O Globo:

Instituir na rede pública de ensino fundamental o programa Papai do Céu na Escola, que é a adoção do ensino religioso, incluindo todas a religiões. “Precisamos resgatar o encino religioso em nosso país de maneira sábia, simples e coerente. Queremos ver os filhos dessa Nação olhando para a imensidão do cosmos e dizendo: – ‘Há um papai do céu que cuida de nós’.”

Não tem dúvida, o cara tá de sacanagem. Ou é coisa do demônio. Que deus nos ajude.

Razão Filosófica e Religião

Da série recorte de jornal, tirado de entrevista do filósofo Michel Onfray, em O Globo:

Como o senhor avalia o embate entre a razão filosófica e a religião no mundo contemporâneo?

A razão é sempre minoritária, e a religião sempre majoritária, pois a inteligência é mais rara que a obediência. As pessoas preferem uma ficção que lhes dê segurança, uma lenda que lhes apazigue, histórias para crianças que lhes permitam dormir tranquilos, em vez de verdades que inquietam, certezas que angustiam. É por isso que religião jamais desaparecerá do planeta, e porque os filósofos dignos desse nome serão sempre minoritários.

Irretocável.

respeito a religiões

O mundo tá pegando fogo com a revolta dos muçulmanos depois da divulgação de um filme tratando a religião muçulmana com desdém. Cometeram também o clássico e maior desrespeito com a imagem do profeta Maomé. A gente aqui em Polemikos não é muito chegado a essas coisas de religião. Respeitamos aqueles que adotam superstições, mas pedimos que respeitem também nossa descrença total por deuses em geral. Esse agito todo com o filmeco sobre Maomé parece está sendo usado para orquestrar movimentos de repúdio aos EUA. A população acaba por ser manipulada para produzir ações de rua contra os americanos. O país de Obama fica numa saia justa danada, justamente na época das eleições. Aproveito (quer dizer, plagio) a famosa frase citada hoje em coluna de O Globo, por Helena Celestino: “Os homens nunca fazem o mal tão completa e entusiasticamente como quando o fazem por convicção religiosa.” É isso aí: Quanto mais eu vejo o resultado do uso das religiões para perpetrar todo tipo de barbárie, mas me solidarizo com a profunda fé e percepção de deus que move meu cachorro.

concedemos Graças a nossos leitores

Está comprovado que ler Polemikos dá sorte, aumenta a capacidade de avaliar situações e tomar decisões e contribui sensivelmente para o incremento da potência sexual. Como tudo na vida, o que é bom tem seu preço. Oferecemos a oportunidade de nossos incautos leitores obterem mais vantagens. Estamos à disposição para auxiliá-los com nosso poder de espraiar riqueza, saúde e a tão buscada felicidade.

Continue lendo concedemos Graças a nossos leitores

Aula de Religião nas Escolas Públicas

A Câmara de Vereadores do Rio de Janeiro aprovou a criação de 600 cargos de professores de religião. Bem que podiam usar esse dinheiro para aumentar o salário dos professores de matemática. Como sou ateu praticante, vejo essa iniciativa como um belo desperdício. Vão encher a cabeça de crianças com superstições do tipo “Deus criou o céu e a terra…”. Coitados dos pimpolhos. Um deputado do Partido Comunista conseguiu incluir um aditivo obrigando as escolas a informarem que as aulas de religião serão facultativas. Uma maravilha viver num país que joga dinheiro fora em atividades facultativas. Que Deus nos ajude!